Mostrar menú principal Ocultar menu principal
Básico
Avançado

Como criar uma rede de franchising

Como criar uma rede de franchising

O franchising tem vindo a alcançar um posicionamento considerável no mundo dos negócios, assumindo um papel relevante no âmbito da economia portuguesa. Nos últimos anos, os empresários portugueses têm depositado a sua confiança neste modelo empresarial para expandir as suas empresas.

 

O número de marcas franchisadoras evoluiu bastante em Portugal desde o início do novo século e quem o diz são as estatísticas: 363 redes em 2001 e 558 em 2012. O ano em que se registou um maior número de marcas franchisadoras foi em 2011 onde se podiam contar 578 redes de franchising a atuar em Portugal, mais 20 comparativamente ao panorama atual.

Estes números vêm comprovar o sucesso do franchising em Portugal que tem despertado a atenção dos empresários que procuram soluções no sentido de expandir o seu negócio. Em 558 marcas mais de 50% são marcas nacionais, originalmente fundadas em Portugal, que certamente tiveram de pensar e repensar no momento da decisão: franchisar ou não franchisar? Muito bem, o artigo de hoje destina-se a todos os empresários que se encontram nesse momento crucial dos seus negócios.

 

Franchisar ou não franchisar? Eis a questão.

Aos que pretendem enveredar pelo caminho do franchising, o primeiro passo é a realização de um estudo que comprove o nível de viabilidade do negócio. É fácil de ser replicado? É fácil de ser operado? Terá sucesso em outras regiões do país? Caso seja aprovado, não deixe de se informar acerca do franchising, tudo é importante para que seja bem sucedido enquanto franchisador.

 

Passando esta fase entram em cena as questões jurídicas para regulamentar a nova rede, protegendo a propriedade da marca e definindo os direitos e deveres dos futuros franchisados.

Passando esta burocracia e já tendo o seu franchising legal e implementado há que divulgar. Primeiro defina bem o seu target e qual o perfil pretendido. Existem vários meios para divulgar a sua rede de franchising: portais, redes sociais, feiras, etc. A partir daqui e através de um bom plano de marketing é possível fazer crescer a sua rede.

 

De uma forma muito resumida fizémos referência às três fases cruciais de como criar uma rede de franchising: a tomada de decisão, a divulgação e a procura dos franchisados. A seleção de franchisados deve basear-se numa seleção criteriosa para que as novas unidades franchisadas não corram o risco de fracassar e, assim, negativizar um pouco o nome de toda a rede. Os primeiros anos de uma rede de franchising significam muito trabalho e provavelmente baixo retorno uma vez que ainda não existe posicionamento no mercado. No entanto nada é impossível e com trabalho e dedicação tudo se conquista.

 

Para mais informações sobre o tema: Saiba se tem perfil de franchisador.