Mostrar menú principal Ocultar menu principal
Básico
Avançado

Está aqui

Entrevista a António Correia, Administrador da Chaviarte Express

Separadores primários

Separadores secundários

Cabecera Franquicia

Investimento: 
22.500 €
Pode chegar aos 50.000€ bem como o direito de entrada pode chegar aos 2500€
Direito de entrada: 
1.250 €
Royalties: 
100€ a 200€
Chaviarte Express
Investimento Direito de entrada Royalties Taxa de publicidade Contrato Área População Financiamiento Criação Franchisings
22.500 €   Pode chegar aos 50.000€ bem como o direito de entrada pode chegar aos 2500€ 1.250 € 100€ a 200€ N/T -- 10 m² -- Não 1995 10 próprios
30 Portugal
António Correia
Administrador
Sexta, 13 Fevereiro, 2015

Não esperamos para 2015 nenhuma subida espetacular, mas estamos confiantes que tal como em 2014 vamos crescer em unidades e em faturação, estamos portanto otimistas e confiantes.

Quais são as origens da sua rede de franchising? Em que ano, cidade e que objetivos tinham ao criar a marca?

A "Chaviarte" nasceu em Junho 1995 com uma loja no centro de V.N: Gaia que se dedicava á comercialização de chaves, ferragens, fechaduras e equipamentos de segurança principalmente a clientes particulares na loja e venda direta na construção civil de portas blindadas, portas corta-fogo, cofres e fechaduras. Nos anos seguintes formos abrindo lojas á cadência de 1 a 2 por ano até que em 2005 já com 14 lojas próprias, decidimos optar pelo Franchising pois não conseguíamos continuar a crescer estruturalmente por todo o país e as ofertas e a insistência por parte dos operadores de shoppings e hipermercados eram tão atrativas que procuramos um meio de corresponder á procura. O nosso conceito que agrega num só espaço as chaves, a reparação de calçado e venda de produtos e serviços de segurança, a que chamamos o nosso 3 em 1, aliado a uma imagem moderna e apelativa, atraí-a os vários diretores de Centros Comerciais e assim iniciamos o nosso trajeto de 10 anos no mundo do franchising.

 

Que fatores de diferenciação tem a marca, em relação à concorrência?

Quando a Chaviarte, já com 10 anos de vida iniciou a sua expansão em franchising, existiam já 2 redes de sapateiros com uma formação bastante razoável em calçado mas quase inexistente em chaves, a rede Chaviarte Express além de ter o único plano de formação em Portugal na área das chaves e dos telecomandos, trouxe ainda um terceiro negócio: a segurança com os seus diversos produtos e a instalação ao domicílio. Somos no presente a única cadeia de lojas de segurança existente no país, com muitos produtos exclusivos e de marca própria e uma assistência pós-venda própria com técnicos dos nossos quadros e com um stock comum.

 

Quando iniciou a expansão da sua rede em sistema de franchising?  

Em 2005, embora em 1997 tivéssemos ensaiado uma experiência que mais tarde retomou a rede e ainda hoje está connosco.

 

Fale-nos um pouco acerca da Multi-Express. Sabemos que é um conceito low-cost que deriva da Chaviarte Express...

A MultiExpress é o primeiro conceito de franchising “Low Cost” em multiserviços de conveniência. Com um          investimento inicial reduzido integra uma marca única, com total isenção de royalties e taxas na sua versão base.

A  MultiExpress foi pensada para se implantar em concelhos com pouca população mas com as mesmas necessidades dos demais. Da reparação de calçado à duplicação de chaves, carimbos, matrículas, fotocópias, envio faxes, artes gráficas, ferragens e fechaduras...um mundo de serviços prestados com o apoio da rede Chaviarte.

Qual o perfil que procura nos seus franchisados? O que mais valoriza neles?

Na Chaviarte procuramos pessoas com disponibilidade para gerir o negócio pelo menos em part-time, senão em puro autoemprego, valorizamos pessoas com ambição, força de vencer, vontade de trabalhar e disponível para os sacrifícios inerentes a um início de negócio, alguma aptidão para bricolage também facilita a aprendizagem técnica.

 

O que a rede pode oferecer aos seus franchisados?

Oferecemos uma  formação inicial e contínua quer no calçado, quer nas chaves e sistemas de segurança, nomeadamente tudo que tem a eletrónica por base, para além do grande portfólio de produtos (muitos exclusivos e de marca própria) e serviços que podemos disponibilizar aos  clientes da rede e sempre com o nosso Help Desk disponível todos os dias do ano das 9 ás 24h. O nosso franchisado necessita apenas de cuidar da área comercial do seu negócio, todo trabalho de “back Office” é providenciado pelo master (logística, stocks, formação, pesquisa produtos, produtos marca própria, internet, cartão cliente, codificação e preços, protocolos e parcerias, assim como “help desk” permanente).

 

Como se encontra o mercado em que está inserido? Quais são as suas perspetivas para o futuro?

A crise que vivemos desde 2011 reduziu o poder de compra dos portugueses e isso sentiu-se em todos os setores, nóa também não ficamos imunes, no entanto desde o segundo semestre de 2014 que sentimos o nosso mercado a crescer novamente. Não esperamos para 2015 nenhuma subida espetacular, mas estamos confiantes que tal como em 2014 vamos crescer em unidades e em faturação, estamos portanto otimistas e confiantes.

 

Tem presença internacional? Em que países?

Ainda não, existem vários contatos com empresários sediados em Angola e existe a intenção de avançar para Espanha, mas ainda não é o momento, ainda queremos crescer mais em Portugal, consolidar as unidades mais recentes e ganhar musculo financeiro para uma aventura internacional. Contudo há sempre a hipótese de cedermos o Master Franchise a terceiros e isso pode acelerar a internacionalização a qualquer momento.